terça-feira, 27 de maio de 2014

ALMANAQUE SÉRIE D - Moto Club de São Luis



O Moto Club disputará em 2014 a Série D do Campeonato Brasileiro, após cinco anos afastado das competições nacionais. O Blog Futebol Maranhense Antigo preparou um pequeno almanaque sobre a rivalidade entre o Papão do Norte e os seus quatro adversários na competição, com a relação de jogos e curiosidades, além de alguns registros históricos nos confrontos diante do Clube do Remo, River, Guarany e o Interporto.

Com previsão inicial de 40 participantes, a Série D acabou ganhando mais um time na disputa por causa do imbróglio judicial que ocorreu na Série C de 2013: o Rio Branco ganhou o direito de disputar a Terceirona e acabou ampliando o torneio para 21 times, além de abrir mais uma vaga na zona de rebaixamento. Curiosamente, o Estrelão fez uma das piores campanhas da história da Série C e acabou se tornando o quinto time rebaixado na disputa. Por causa disso, a Série D abrirá uma exceção em 2014 e terá 41 equipes, com o número inicial de participantes voltando ao normal na próxima edição.
 
CLUBE DO REMO


Nome: Clube do Remo
Localização: Belém (PA)
Fundação: 05 de Fevereiro de 1905
Estádio: Evandro Almeida (Baenão)
Capacidade: 20.000 torcedores
Alcunhas: Leão Azul, Leão de Antônio Baena, Leão da Amazônia, Clube de Periçá, Filho da Glória e do Triunfo, O Mais Querido, O Maior do Norte e O Rei do Norte
Mascote: Leão

CONFRONTO MOTO CLUB X CLUBE DO REMO

15.11.1945-Clube do Remo 2x2 Moto Club (amistoso - Belém)
19.05.1946-Clube do Remo 0x1 Moto Club (amistoso - Belém)
18.08.1946-Clube do Remo 1x4 Moto Club (amistoso - Belém)
25.05.1947-Clube do Remo 4x1 Moto Club (amistoso - Belém)
10.10.1948-Moto Club 4x1 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
16.01.1949-Clube do Remo 3x0 Moto Club (amistoso - Belém)
23.10.1949-Clube do Remo 1x1 Moto Club (amistoso - Belém)
27.08.1950-Clube do Remo 0x0 Moto Club (amistoso - Belém)
23.09.1950-Moto Club 2x1 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
07.04.1957-Moto Club 0x1 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
05.05.1957-Clube do Remo 5x3 Moto Club (amistoso - Belém)
03.12.1957-Clube do Remo 2x2 Moto Club (amistoso - Belém)
18.05.1958-Moto Club 0x3 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
15.08.1958-Moto Club 1x2 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
14.09.1958-Moto Club 1x0 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
16.07.1961-Clube do Remo 4x0 Moto Club (Taça Brasil - Belém)
23.07.1961-Moto Club 3x3 Clube do Remo (Taça Brasil - São Luis)
15.08.1964-Clube do Remo 1x1 Moto Club (amistoso - Belém)
13.09.1964-Clube do Remo 3x1 Moto Club (amistoso - Belém)
14.03.1965-Clube do Remo 3x3 Moto Club (amistoso - Belém)
11.11.1965-Clube do Remo 4x2 Moto Club (amistoso - Belém)
08.04.1967-Clube do Remo 3x2 Moto Club (amistoso - Belém)
16.04.1967-Moto Club 2x0 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
29.06.1967-Moto Club 0x0 Clube do Remo (Torneio - São Luis)
18.08.1967-Clube do Remo 2x0 Moto Club (amistoso - Belém)
14.03.1968-Clube do Remo 2x1 Moto Club (amistoso - Belém)
16.06.1968-Moto Club 1x1 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
16.10.1968-Clube do Remo 1x0 Moto Club (Torneio Nordestão - Belém)
15.12.1968-Moto Club 2x2 Clube do Remo (Torneio Nordestão – São Luis)
12.12.1972-Moto Club 0x0 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
16.01.1973-Clube do Remo 3x1 Moto Club (Torneio Maranhão/Pará - Belém)
24.01.1973-Moto Club 1x0 Clube do Remo (Torneio Maranhão/Pará - São Luis)
02.12.1973-Clube do Remo 5x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Belém)
26.01.1975-Moto Club 1x4 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
21.02.1975-Moto Club 0x4 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
22.11.1975-Moto Club 0x2 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
18.02.1976-Clube do Remo 2x2 Moto Club (amistoso - Belém)
01.03.1977-Moto Club 0x0 Clube do Remo (Torneio Maranhão/Pará - São Luis)
08.03.1977-Clube do Remo 3x0 Moto Club (Torneio Maranhão/Pará - Belém)
25.05.1983-Clube do Remo 3x0 Moto Club (amistoso - Belém)
02.06.1983-Moto Club 7x1 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
24.04.1984-Clube do Remo 1x0 Moto Club (amistoso - Belém)
09.09.1989-Moto Club 1x0 Clube do Remo (Camp. Brasileiro - São Luis)
07.10.1989-Clube do Remo 2x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Belém)
22.06.1990-Moto Club 1x1 Clube do Remo (Copa do Brasil - São Luis)
27.06.1990-Clube do Remo 1x1 Moto Club (Copa do Brasil - Belém)
18.08.1990-Moto Club 1x1 Clube do Remo (Camp. Brasileiro - São Luis)
23.09.1990-Clube do Remo 0x1 Moto Club (Camp. Brasileiro - Belém)
13.09.1995-Moto Club 0x1 Clube do Remo (Camp. Brasileiro - São Luis)
21.09.1995-Clube do Remo 2x1 Moto Club (Camp. Brasileiro - Belém)
18.08.1996-Moto Club 4x0 Clube do Remo (Camp. Brasileiro - São Luis)
06.10.1996-Clube do Remo 3x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Belém)
10.08.1997-Moto Club 2x2 Clube do Remo (Camp. Brasileiro - São Luis)
21.09.1997-Clube do Remo 3x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Belém)
24.03.2002-Clube do Remo 2x1 Moto Club (Copa Norte - Belém)
14.04.2002-Moto Club 0x1 Clube do Remo (Copa Norte - São Luis)


RESUMO:

Jogos: 56
Vitórias do Moto Club: 11
Vitórias do Clube do Remo: 28
Empates: 17
Gols do Moto Club: 65
Gols do Clube do Remo: 102


CURIOSIDADES:



- Na partida Moto Club 3x3 Clube do Remo, disputada no Estádio Municipal e válida pela Taça Brasil de 1961, o Diretor de Futebol do Papão, Salomão Mattar, não conformado com a então eliminação do rubro-negro na competição, invadiu, armado, o gramado e foi tirar satisfações com o árbitro Orlando Pinto, que apitava pela segunda vez em nosso Estado. Nas arquibancadas, a polícia distribuía socos e cacetadas contra torcedores e a partida terminou em confusão.


- No dia 16 de Abril de 1967, o Moto realizou uma grande festa para a entrega das faixas pelo título maranhense de 1966. O Clube do Remo foi o grande convidado para a partida amistosa, realizada no Municipal. O Moto, do experiente treinador Rinaldi Maia, lançou a campo força máxima: Vilanova; Paulo, Alzimar, Alvim da Guia e Corrêa; Ananias e Chico; Zezico, Rubens, Hamilton e Pelezinho. Em campo, o craque Hamilton fez, segundo ele próprio, o gol mais bonito da sua carreira e que, na época, cogitou-se a colocação de uma placa no Municipal pelo tento (Nessa época era administrador do estádio o futuro deputado Carlos Guterres). Hamilton recebeu um cruzamento da direita, deu um drible de corpo nos zagueiros Nagel e Alemão (os dois ficaram estatelados no chão), ameaçou o goleiro, que se jogou e, com um toque sutil, fez um golaço. Nagel era um zagueiro pernambucano.

- O Clube do Remo passou exatos dez anos invicto diante do Moto Club. Entre 1973 e 1983, foram realizados oito jogos, com seis vitórias para o representante paraense. E a primeira vitória da série, realizada no dia 02 de Dezembro de 1973, configura-se como a maior goleada registrada no confronto a favor dos paraenses: Remo 5x0 Moto Club, em amistoso realizado no Estádio Baenão, em Belém.

- O Moto Club conquistou o Torneio Triangular de 1967 (envolvendo o rubro-negro, o Sampaio e o Remo) ao empatar em 0 a 0 diante do Leão paraense, em jogo realizado no Municipal.

- Curiosamente, quando o Moto Club conseguiu quebrar a escrita de dez anos sem vencer o seu rival, estabeleceu a maior goleada em favor dos maranhenses: 7x1, em jogo realizado no dia 02 de Junho de 1983, no Estádio do Castelão. Zé Roberto, com três gols, e Paulo Cardoso, com dois tentos, foram os artilheiros da noite, diante de apenas 2 mil torcedores. Samuel; Bassi, Ribas, Hamilton e Zequinha; Tião, Tigrila e Lutércio; Evandro, Zé Roberto e Raimundinho. Essa era a formação do Papão do Norte na histórica goleada diante do Remo do treinador José Dutra, com passagens por clubes do futebol do nossos Estado.

- Em 1997 o Clube do Remo goleou e acabou rebaixando o Moto Club à Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro. O Moto, que precisava vencer para seguir adiante na competição, foi derrotado por 3 a 0, em jogo realizado no Estádio Baenão. Ruy; Flávio, Edinho, Paulão e Admilson; Agnaldo, Hélio Maranhense e Luís Carlos Capixaba; Mael, Serrinha e Pires. Essa foi a formação rebaixada em 1997 na partida diante do Clube do Remo, em Belém.

- O último jogo aconteceu a exatos 14 anos. O Moto Club disputava a já extinta Copa Norte em 2002, na chave composta com Remo, Paysandu e River de Teresina. O Papão do Norte despediu-se da competição após derrota em São Luis pelo placar de 1 a 0 diante do Remo, em jogo realizado no Municipal. 


JOGOS HISTÓRICOS

CLUBE DO REMO 2X2 MOTO CLUB (1945)
PRIMEIRO CONFRONTO NA HISTÓRIA ENTRE AS DUAS EQUIPES

"Em sua excursão pelo Estado do Pará, o então atual campeão maranhense Moto Club realizou uma série de bem sucedidas partidas amistosas contra os três grandes clubes marajoaras. E o rubro-negro maranhense não deu chances, vencendo duas partidas e empatando o jogo diante do Remo. Na estreia na capital paraense, o Moto goleou a Tuna Luso Comercial pelo placar de 3 a 0, com gols de Mourão, Pepê e Galego, em jogo realizado na Curuzu. Após o empate em 2 a 2 com o Remo, o Moto despediu-se do Pará com uma vitória diante do Paysandu pelo placar de 4 a 3, quando o Moto chegou a vencer por 4 a 2 e, após o terceiro gol Bicolor, Bria ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti."

FICHA DO JOGO

Clube do Remo 2x2 Moto Club (amistoso - Belém)
Data:
15 de Novembro de 1945
Local: Estádio Baenão (Belém)
Renda: não divulgado
Público: não divulgado
Juiz: Tenente Padilha
Gols: Monard aos 22 minuto do primeiro tempo; Monard a 1 minuto, Pepê aos 12 e Mosquito aos 16 minutos do segundo tempo.
Clube do Remo: Isaac; Manolo e Expedito (Jesus); Modesto, Jambo e Vicente; Monard (Assis), Arquimedes, Jejú, Dilermano e Ita
Moto Club: Rui; Dudu e Carapuça; Sandoval (Rebolo), Frázio e Valdemar (Sandoval); Galego, Mourão (Mosquito), Pepê, Zuza e Jesus

MOTO CLUB 1X0 CLUBE DO REMO (1946)
PRIMEIRA VITÓRIA DO MOTO DIANTE DO REMO

"Em excursão pela capital maranhense, o Club do Remo disputou duas partidas amistosas, ambas realizadas no Estádio Santa Izabel. Logo na estreia, o Remo goleou o Sampaio Corrêa pelo placar de 5 a 1, dia 14 de Maio. Cinco dias depois, o Moto reabilitou o futebol maranhense, com uma bela vitória pelo placar de 1 a 0, gol de Pepê, o goleador piauiense."

FICHA DO JOGO

Moto Club 1x0 Clube do Remo (amistoso - São Luis)
Data:
19 de Maio de 1946
Local: Estádio Santa Izabel
Renda: não divulgado
Público: não divulgado
Juiz: Ferreira Novaes
Gols: Pepê (pênalti) aos 10 minutos do segundo tempo
Moto Club: Rui; Santiago e Carapuça; Sandoval, Frázio e Rebolo (Valdemar); Galego, Vinicius, Pepê, Zuza e Jaime (Jesus)
Clube do Remo: Veliz; Izan e Expedito; Modesto, Jambo e Vicente; Dilermano (Sílvio), Jeju, Palito, Arquimedes e Boró

CLUBE DO REMO 4X1 MOTO CLUB (1947)
PRIMEIRA VITÓRIA DO REMO DIANTE DO MOTO

"Muita chuva, goleada, expulsão e detenção em campo. Em Maio de 1947, o Moto Club vinha de uma bem sucedida excursão pelo Amazonas e seguindo por via aérea para a cidade de Belém do Pará, onde realizaria uma partida amistosa contra o Clube do Remo, em grande fase no futebol daquele Estado nessa época. Vale destacar que o Moto Club chegava a Belém com grande cartaz pelo já reconhecido título de Papão do Norte e por apresentar-se invicto frente aos remistas dentro de Belém: o rubro-negro conseguiu um empate em 2x2 no dia 16 de Novembro de 1945 e vitórias por 1x0 (19 de Maio de 1946) e 4x1 (18 de Agosto de 1946). Na época, antes do conturbado jogo, o Moto tinha sido a única equipe que, vindo de outras praças, conseguiu sair invicto de Belém.

Na partida do dia 25 de Maio, o Moto Club resistiu. Ao final da partida, eram apenas oito elementos contra os onze do time azulino. Além de sofrer uma impiedosa goleada pelo placar de 4x1 no Estádio Baenão, o caso mais sério aconteceu quando faltavam dez minutos para o termino da pugna. Rui numa defesa atingiu involuntariamente o meia Dilermando, sendo em seguida imediatamente preso. Isso mesmo: o goleiro do clube maranhense acabou preso em campo. Por intervenções de terceiros, acabou solto. O presidente da delegação do Moto Club de São Luiz foi agredido covardemente pelas costas por um popular que invadira o campo, no momento em que o mesmo procurara entender-se com as autoridades policiais sobre a prisão de Rui. Pelos incidentes que se verificavam durante a partida, a direção do Moto Club, então, resolveu retirar o de campo os seus jogadores, até como uma forma de protesto por conta da lamentável cena envolvendo o goleiro Rui. Quando se pensava que a prisão já não era o suficiente, eis que outro fato ocorreu, no exato momento da saída do time maranhense de campo: os dianteiros remistas, sem ter sequer um defensor motense pela frente marcaram o quarto tento, debaixo de uma formidável vaia da torcida do Paissandu. O Moto, jogando com apenas oito elementos, perdia pelo placar de 4x1 quando o jogo foi suspenso aos 40 minutos do segundo tempo, em virtude das fortes chuvas que caiam na capital paraense."

FICHA DO JOGO

Clube do Remo 4x1 Moto Club (amistoso - Belém)
Data:
25 de Maio de 1947
Local: Estádio Baenão (Belém)
Renda: Cr$ 52.000,00
Público: não divulgado
Juiz: Cardinho Silva (PA)
Gols: Palito aos 29 e 30 minutos do primeiro tempo; Jaime aos 4, Expedito (pênalti) aos 21 e 35 minutos do segundo tempo
Expulsão: Zuza, Santiago e Rui
Clube do Remo: Veliz, Izan e Expedito; Modesto, Pelado (Cunha) e Vicente; Itaguari, Jejú (Quiba), Palito, Dilermano e Boró
Moto Club: Rui; Santiago e Carapuça; Sandoval (Galego), Frázio (Rebolo) e Pretinha (Dagmar); Mosquito (Galego), Valentim, Zuza, Pepê e Jaime (Jesus). 


CLUBE DO REMO 5X0 MOTO CLUBE (1973)
MAIOR GOLEADA DO REMO DIANTE DO MOTO

"Simplesmente decepcionante a atuação do Moto em Belém. Desde o início do jogo, em partida realizada em um campo totalmente alagado, notava-se que o Moto seria um adversário fácil para o representante paraense, pois as suas linhas desajustadas facilitavam a penetração e a armação das jogadas por parte dos paraenses. Em todos os 45 minutos iniciais, apenas uma oportunidade teve o Moto Club. Aos poucos o Remo começou a goleada por intermédio de Roberto, em cobrança de falta. Logo em seguida foi a vez de Caito ampliar para 2 a 0. Alcindo anotou o terceiro gol da primeira etapa. Para o segundo tempo, quando se esperava modificações para melhorar o time rubro-negro, principalmente no setor de Carlinhos, que não vinha bem, nada foi feito e o time jogou pior do que a etapa inicial. Alcindo, aproveitando as falhas do goleiro Ney, anotou mais dois gols para o Leão paraense.”

Remo 5x0 Moto, em 1973

FICHA DO JOGO

Clube do Remo 5x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Belém)
Data:
02 de Dezembro de 1973
Local: Estádio Baenão (Belém)
Renda: não divulgada
Público: não divulgado
Juiz: Cardinho Silva (PA)
Gols: Alcindo (3), Caito e Roberto
Expulsão: Zuza, Santiago e Rui
Clube do Remo: Dico; Mendes, Rui, Aranha (Mesquita) e Cuca; Tito, Elias, Alcindo, Caito, Rodrigues e Amaral (Soeiro). Técnico: Paulo Amaral
Moto Club: Ney; Marins, Antônio Carlos, Sérgio II e Neguinho; Carlinhos, Alves, Robertinho (Agnaldo), Anselmo, Dario (Laudemir) e Soares. Técnico: Tenente Bastos


MOTO CLUB 7X1 CLUBE DO REMO (1983)
MAIOR GOLEADA DO MOTO DIANTE DO REMO

“O Moto Club aproveitou o feriado de 02 de Junho (Corpus Christi) para receber o Clube do Remo, em jogo amistoso disputado no Estádio do Castelão. Era a segunda partida entre as duas equipes em menos de dez dias e o jogo em São Luís teve clima de revanche para os rubro-negros, que na primeira partida, realizada em Belém, perderam por 3 a 0. Na capital marajoara, a renda foi toda revertida para os remistas, que conseguiram a quantia de Cr$ 4 milhões junto à sua torcida, graças à realização de vários sorteios de brindes adquiridos no comércio junto aos associados. Em São Luís, a arrecadação foi do Moto. O rubro-negro, aliás, pensou em trazer o atacante Dé, ex-Vasco e Botafogo, como atração do jogo, apara atuar no comando de ataque, recebendo um cachê pela única apresentação, mas jogo em seguida abandonou a ideia depois que vários jogadores mostraram-se contrários por entender que, com esse dinheiro, o clube deveria atualizar a folha de pagamento, que continuava em atraso de quase dois meses.

Para o jogo diante do Remo, o Moto entrou modificado em relação às suas últimas partidas. Irineu, Serjão e Sarará foram sacados do time pelo técnico Zé Eduardo, dando lugar a Riba, Hamilton e Zé Roberto, respectivamente. O treinador entendia que precisava testar outras alternativas de jogo, haja visto que os últimos resultados mostraram deficiências exatamente nos detores ocupados pela defesa e comando de ataque, havendo necessidade de se dar oportunidade àqueles que lutavam por um lugar no time e estavam treinando com afinco para isso. Com a volta de Zé Roberto ao comando de ataque, Raimundinho passou para a ponta-esquerda, enquanto Lutércio entrava no meio-de-campo pelo lado canhoto, formando o trio com Tigrila e Tião.

O jogo, aliás, correu o risco de não acontecer. A pedido do treinador José Dutra, a diretoria paraense telefonou ao Presidente Pereira dos Santos, na tentativa de transferir o jogo amistoso para outra data. Os azulinos alegaram que jogariam em breve contra a Tuna Luso, pelo Campeonato Paraense, e o treinador estava temeroso em perder algum jogador importante no jogo contra o Moto.

Em São Luís, o time misto do Remo foi impiedosamente goleado pelo placar de 7 a 1. A vinda da equipe reserva remista prejudicou a arrecadação. Do total de Cr$ 1.288.500,00, deduzidas todas as despesas, o que sobrou não deu para compensar as contas próprias e sequer as despesas de alimentação."

Moto 7x1 Remo, em São Luis

 FICHA DO JOGO

Moto Club 7x1 Clube do Remo (amistoso - São Luís)
Data:
02 de Junho de 1983
Local: Estádio Castelão
Renda: Cr$ 1.288.500,00
Público: 2.406 pagantes
Juiz: Josenil Sousa
Bandeirinhas: Abdoral Vieira e José Oliveira
Gols: Raimundinho aos 10, Lucivaldo (contra) aos 29 e Celso aos 34 minutos do primeiro tempo; Zé Roberto aos 16, 18 e 28, Paulo Cardoso aos 33 e 41 minutos do segundo tempo
Expulsão: Zecão, Aldo, Celso e Chicão
Moto Club: Samuel (Cenilson); Bassi, Ribas, Hamilton e Zequinha (Cabrera); Tião (Zé Carlos), Tigrila (Paulo Cardoso) e Lutércio; Evandro, Zé Roberto e Raimundinho (Antonio Carlos Maranhense). Técnico: Zé Eduardo
Clube do Remo: Jorge (Nunes); Lucivaldo, Val, Miguel e Júnior (Aldo); Chicão, Celso e Rui; Batalha, Zecão e Paulo de Tarso (Josué). Técnico: José Dutra


MOTO CLUB 0X1 CLUBE DO REMO (2002)
ÚLTIMA PARTIDA 

“Quase eliminado, o Moto Club encarou o Clube do Remo em seu último compromisso pela Copa Norte de 2002, no Estádio Municipal Nhozinho Santos. A intenção da comissão técnica era de cumpri o dever de casa e terminar bem a competição. Durante a semana que precedia ao jogo, o técnico Rodrigues Neto insistia para que os jogadores esquecessem a briga no tapetão, na qual os dirigentes tentavam que o Paysandu perdesse cinco pontos pela escalação irregular do meia Válber. Caso o time paraense perdesse os cinco pontos, o jogo entre Moto x Remo ganharia caráter decisivo, pois quem vencesse pularia para a primeira colocação da chave, sem possibilidade de ser alcançado pelo River. Além de ser uma decisão, o jogo foi uma revanche ara o Moto, derrotado em Belém por 2 a 1, em uma partida em que foi nitidamente prejudicado pelo árbitro amapaense Ricardo Gregório.

Em campo, o Moto não foi superior e acabou derrotado pelo placar de 1 a 0, dando adeus a qualquer chance de classificação à fase seguinte da Copa Norte. Desfalcado de vários titulares (Toni, Jean, Ribamar, Marcinho), o quadro motense não repetiu as boas atuações anteriores. O Remo aproveitou a única oportunidade que teve para marcar, aos 35 minutos do segundo tempo, quando Robinho, de cabeça, burlou a vigilância de James para golpear de cabeça, completando uma cobrança de falta feita por Cléber. Ao levar o gol, o Moto não teve forças para reagir e buscar o empate e permitiu que o Remo administrasse a vantagem para assegurar a importante vitória.”

 Moto x Remo, em São Luis

  Moto x Remo, em São Luis

FICHA DO JOGO

Moto Club 0x1 Clube do Remo (Copa Norte - São Luis)
Data:
14 de Abril de 2002
Loca: Estádio Nhozinho Santos
Renda: R$ 8.997,00
Público: 1.665 pagantes
Juiz: Marco Antônio Colares Brasil (CE)
Bandeirinhas: José Ribamar Melônio e Aelson Mariano
Gol: Robinho aos 35 minutos do segundo tempo
Moto Club: Júnior; Roxo, James, Gabriel e Roberth (Jomiel); Da Silva, Sidcley, Jean Carlos (Passarinho) e Cléber; Carlinhos (Claydivan) e Zé Raimundo. Técnico: Rodrigues Neto
Clube do Remo: Marcelo Valença; Adiomar, Robinho, Carlão (Henoc) e Juliano; Charles Guerreiro, Carlos Valber, Cléber, Marcos Gúcho (Isaac), Balão e Tarcísio. Técnico: Júlio Espinosa


GUARANY DE SOBRAL


Nome: Guarany Sporting Club
Localização: Sobral (CE)
Fundação: 03 de Julho de 1938
Estádio: Junco
Capacidade: 10.000 torcedores
Alcunhas: Bugre Sobralense, Cacique do Vale, Guará, Guarasol e O Maior do Interior
Mascote: Cacique

CONFRONTO MOTO CLUB X GUARANY DE SOBRAL

 25.10.1970-Guarany de Sobral 4x1 Moto Club (Torneio Nordestão - Sobral)
20.11.1970-Moto Club 1x1 Guarany de Sobral (Torneio Nordestão - São Luís)
21.10.1971-Moto Club 1x1 Guarany de Sobral (amistoso - São Luís)
22.09.1972-Moto Club 1x0 Guarany de Sobral (Camp. Brasileiro - São Luís)
03.11.1972-Moto Club 2x0 Guarany de Sobral (Camp. Brasileiro - São Luís)
15.08.1976-Moto Club 0x1 Guarany de Sobral (amistoso - São Luís)
05.10.1986-Guarany de Sobral 3x2 Moto Club (amistoso - Sobral)
12.09.2001-Moto Club 1x1 Guarany de Sobral (Camp. Brasileiro - São Luís)
21.10.2001-Guarany de Sobral 2x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Sobral)


RESUMO:

Jogos: 9
Vitórias do Moto Club: 2
Vitórias do Guarany de Sobral: 4
Empates: 3
Gols do Moto Club: 13
Gols do Guarany de Sobral: 9

JOGOS HISTÓRICOS

GUARANY DE SOBRAL 4X1 MOTO CLUB (1970)
PRIMEIRO CONFRONTO NA HISTÓRIA ENTRE AS DUAS EQUIPES E PRIMEIRA VITÓRIA DO GUARANY

“Em 1970 o Moto Club, ao lado do MAC e Sampaio Corrêa, disputou o tradicional Torneio Nordestão. Ainda pela fase classificatória, o rubro-negro foi a Sobral, interior do Ceará, para enfrentar o Guarany. O Moto realizava uma péssima campanha na competição e uma vitória diante do representante sobralense configurar-se-ia em uma verdadeira surpresa. Para enfrentar o Guarany, a delegação do Papão, chefiada por Manoel Barroso e o superintendente Pereira dos Santos e sem o jogador Garrinchinha, contundido no joelho, seguiu em condução especial. Sem Anísio, que seria dispensado por indisciplinas, o rubro-negro chegou por volta das 7 horas em Sobral às vésperas do jogo. Em campo, o Moto despediu-se definitivamente da classificação ao ser goleado pelo placar de 4 a 1, em jogo realizado no Estádio do Junco. O placar foi a maior goleada do torneio. O time rubro-negro jogou novamente mal e não ofereceu nenhuma resistência ao Guarany, que assegurou a sua invencibilidade e a ponta na tabela. Os gols foram marcados por Zé Branco e Teco Teco, dois gols cada, enquanto Waldir (contra) marcou o único gol do Moto.”

 Moto que jogou contra o Guarany

 FICHA DO JOGO

Guarany de Sobral 4x1 Moto Club (Torneio Nordestão - Sobral)
Data:
25 de Outubro de 1970
Local: Estádio do Junco (Sobral)
Renda: não divulgada
Público: não divulgado
Juiz: Jader Corrêa (RN)
Gols:
Zé Branco e Teco Teco (2 gols cada)
Moto Club: Assis; Paulo, Alzimar, Osvaldo e Claudemir; Toca e Carlos Albeerto; Antônio, Faísca, Cadinho e Louro. Técnico: Alberino de Paula (Bero)
Guarany de Sobral: Sousa; Wellington, Ivan Limeira, Waldir e Barbosa; Gilvan e Zé Augusto; Dedeu, Joari, Zé Branco e Fontoura (Rodrigues). Técnico: Nagib Marques


MOTO CLUB 1X0 GUARANY DE SOBRAL (1972)
PRIMEIRA VITÓRIA DO MOTO DIANTE DO GUARANY

"Pelo Campeonato Brasileiro de 1972, o Moto encarou uma chave com Guarany de Sobral, Sampaio Corrêa, Tiradentes e Flamengo do Piauí e Fortaleza. Em São Luís, no confronto diante da equipe sobralense, mesmo jogando um grande futebol, chegando ao ponto de dominar totalmente o seu adversário, o Moto venceu a partida apenas por 1 a 0, gol de Euzébio, já no final da etapa inicial. Várias oportunidades foram perdidas pelo ataque rubro-negro, que não soube aproveitar a superioridade, mas mesmo assim deu para manter a vice-liderança da chave, esperando apenas uma vitória do Sampaio Corrêa em Teresina para chegar à liderança.”

FICHA DO JOGO

Moto Club 1x0 Guarany de Sobral (Camp. Brasileiro - São Luís)
Data:
22 de Setembro de 1972
Local: Estádio Nhozinho Santos
Renda: Cr$ 10.590,00
Público: não divulgado
Juiz: Ronald Monassa (PI)
Gols: Eusébio aos 45 minutos do primeiro tempo
Moto Club: Ubirajara; Reinaldo, Marins, Sérgio e Pinheiro (Roberto); Faisca e Roberto (Joari); Eusébio, Joari (Marcos), Zé Branco e Chicolé (Wanderley). Técnico: Antônio Pereira
Guarani de Sobral: Jairo; Ademir II, Maurício, Zequito e Fidélis; Zé Maria e Teco-Teco; Mariola (Oliveira), Manoelzinho, Isaac e Zequinha. Técnico: Sousa Neto


GUARANY DE SOBRAL 2x0 MOTO CLUB (2001)
ÚLTIMA PARTIDA 

“Sem chance de classificação, mas disposto a sair da lanterna do grupo, o Moto Club foi a Sobral para iniciar a maratona de três jogos que marcariam a sua despedida do Campeonato Brasileiro da Série C de 2001 (além de Sobral, o Papão iria a Fortaleza encarar o Ferroviário e encerraria em Caxias, diante da Caxiense). O então bicampeão maranhense era o lanterna do grupo, com apenas três pontos ganhos em sete jogos realizados. Já o Guarany era o líder da chave, com 13 pontos. No Estádio do Junco, o Moto perdeu pelo placar de 2 a 0. O time maranhense resistiu até os sete minutos do segundo tempo, quando levou o primeiro gol por intermédio de Piva. O segundo gol aconteceu aos 24 minutos, quando Valdir Papel marcou o tento final. Com o resultado, até então o Moto havia realizado oito jogos e sem nenhuma vitória e com apenas três empates. O ataque havia marcado cinco gols e sofrido doze."

 Jogo de ida do Brasleiro, em São Luis, entre Moto x Guarany

Moto em Campo em Sobral

FICHA DO JOGO

Guarany de Sobral 2x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Sobral)
Data:
21 de Outubro de 2001
Local: Estádio do Junco (Sobral)
Renda: R$ 4.521,00
Público: 827 pagantes
Juiz: Fernando José Castro Rodrigues (PA)
Gols: Piva aos 7 e Valdir Papel aos 24 minutos do segundo tempo
Guarany: de Sobral: Brandão; Jadilson, Carlinhos, Eridon e Zé Mário; Rutênio (Osvaldo), Ezequiel e Piva; Índio (Harrison), Laênio e Valdir Papel (Lala). Técnico: Teco-Teco
Moto Club: Tião; Elson, Lúcio, Gilson e Perizes; Fernando (Cidinho), Marcinho (Cajari) e Jhuli (Robenildo); Luís Carlos, Zé Raimundo e Tupan. Técnico: Raimundinho Lopes


RIVER


Nome: River Atlético Clube
Localização: Teresina
Fundação: 01 de Março de 1946
Estádio: Lindolfo Monteiro
Capacidade: 8 000 torcedores
Alcunhas: O Eterno Campeão, Tricolor, Galo Carijó e Timão
Mascote: Galo

CONFRONTO MOTO CLUB X RIVER

06.08.1955-River 0x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
25.08.1957-River 1x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
19.03.1961-River 0x2 Moto Club (amistoso - Teresina)
14.05.1961-River 2x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
05.12.1961-Moto Club 2x1 River (amistoso - São Luís)
10.05.1964-Moto Club 6x2 River (Torneio Maranhão/Piauí - São Luís)
31.05.1964-River 2x1 Moto Club (Torneio Maranhão/Piauí - Teresina)
17.01.1965-River 2x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
14.02.1965-River 1x1 Moto Club (Torneio Maranhão/Piauí - Teresina)
25.04.1965-Moto Club 2x2 River (Torneio Maranhão/Piauí - São Luís)
13.03.1966-River 0x0 Moto Club (amistoso - Teresina)
15.03.1966-River 4x3 Moto Club (amistoso - Teresina)
18.06.1967-Moto Club 3x0 River (amistoso - São Luís)
11.07.1967-River 1x0 Moto Club (amistoso - Teresina)
30.11.1969-Moto Club 3x0 River (amistoso - São Luís)
29.03.1970-Moto Club 1x1 River (amistoso - São Luís)
31.03.1970-Moto Club 3x0 River (amistoso - São Luís)
15.06.1970-Moto Club 0x0 River (amistoso - São Luís)
28.10.1970-Moto Club 6x1 River (Nordestão - São Luís)
22.11.1971-River 1x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
26.11.1971-Moto Club 4x2 River (amistoso - São Luís)
14.07.1974-Moto Club 1x1 River (amistoso - Bacabal)
11.07.1975-Moto Club 1x1 River (amistoso - São Luís)
25.01.1976-Moto Club 1x2 River (amistoso - São Luís)
01.02.1976-River 1x0 Moto Club (amistoso - Teresina)
13.02.1977-River 2x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
16.02.1977-Moto Club 0x1 River (amistoso - São Luís)
16.04.1978-Moto Club 0x0 River (Camp. Brasileiro - São Luís)
24.06.1978-River 4x2 Moto Club (Camp. Brasileiro - Teresina)
16.09.1979-River 2x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
01.03.1980-Moto Club 1x1 River (Camp. Brasileiro - São Luís)
20.04.1980-Moto Club 1x2 River (Torneio Maranhão/Piauí - São Luís)
30.04.1980-River 5x1 Moto Club (Torneio Maranhão/Piauí - Teresina)
13.03.1985-Moto Club 1x1 River (amistoso - São Luís)
18.09.1986-River 1x2 Moto Club (Camp. Brasileiro - Teresina)
15.10.1987-Moto Club 3x2 River (Camp. Brasileiro - São Luís)
07.11.1987-River 1x3 Moto Club (Camp. Brasileiro - Teresina)
01.05.1991-Moto Club 3x2 River (amistoso - São Luís)
08.12.1993-Moto Club 2x1 River (amistoso - São Luís)
12.12.1993-River 0x0 Moto Club (amistoso - Teresina)
06.04.1997-Moto Club 2x3 River (amistoso - São Luís)
26.08.1997-River 1x2 Moto Club (Torneio - Teresina)
23.09.2001-River 1x0 Moto Club (Camp. Brasileiro - Teresina)
11.10.2001-Moto Club 1x1 River (Camp. Brasileiro - São Luís)
20.01.2002-River 4x1 Moto Club (Copa Norte - Teresina)
17.02.2002-Moto Club 1x1 River (Copa Norte - São Luís)
17.03.2002-Moto Club 1x0 River (Copa Norte - São Luís)
07.04.2002-River 1x1 Moto Club (Copa Norte - Teresina)
19.02.2003-Moto Club 0x1 River (Copa do Brasil - São Luís)
12.03.2003-River 2x4 Moto Club (Copa do Brasil - Teresina)
29.02.2004-River 2x0 Moto Club (amistoso - Teresina)


RESUMO:

Jogos: 51
Vitórias do Moto Club: 17
Vitórias do River: 18
Empates: 16
Gols do Moto Club: 79
Gols do River: 70

CURIOSIDADES:
- Após o jogo amistoso River 2x1 Moto Club, realizado no dia 14 de Maio de 1961,no Estádio Lindolfo Monteiro, o senhor Eurípedes Bezerra, delegado de polícia da cidade de Timon,  agrediu o deputado Alfredo Nunes, que posteriormente foi o Presidente da FPF (Federação Piauiense de Futebol).

- Moto Club e River de Teresina fizeram o jogo de inauguração do Estádio Correão, em Bacabal, em Julho de 1974. Naquela ocasião, o Papão formava com Edson; Ivan, Neguinho, Sérgio e Antônio Carlos; França e Soares; Lima, Santana, Paraíba e Coelho. O jogo acabou empatado em 1 a 1 e o River acabou vencendo o jogo nos pênaltis (4x1) e faturando a Taça Dr. Juarez, ofertada ao vencedor do jogo amistoso.

- O River desativou o seu departamento de futebol profissional na década de 1970. Após vencer o Moto Club por 1 a 0, em amistoso realizado no dia 01 de Fevereiro de 1976, no Lindolfo Monteiro, o Galo entrou em litígio com a Federação Piauiense de Futebol e afastou-se das competições oficiais por uns tempos.

- O Moto Club conquistou a Taça Cidade de Teresina após eliminar o River pelo placar de 2 a 1, em jogo disputado no Estádio Lindolfo Monteiro, dia 26 de Agosto de 1997. O Papão atuou com Rui; Adriano, Edinho, Paulão e Rômulo; Paulo César, China e Pires; Mael, Rejane e Luís Carlos Capixaba. O rubro-negro, de folga das disputas da Série B daquele ano, disputou o curto torneio em Teresina contra Piauí, Flamengo e Fortaleza e, de quebra, ainda levou para São Luís mais dois reforços vindos do Tricolor cearense: o lateral-direito Adriano e o atacante Serrinha. Os novos contratados, contudo, não foram o suficiente para evitar o rebaixamento do Papão no Brasileiro daquele ano.

-  O último entre maranhenses e piauienses é registrado há exatos de anos. No dia 29 de Fevereiro de 2004, o River venceu o Papão do Norte por 2 a 0, em jogo amistoso disputado no Albertão, em Teresina.

JOGOS HISTÓRICOS

RIVER 0X1 MOTO CLUB (1955)
PRIMEIRO CONFRONTO NA HISTÓRIA ENTRE AS DUAS EQUIPES E PRIMEIRA VITÓRIA DO MOTO

 “Em excursão pelo Piauí e outros Estados do Nordeste, o Moto venceu o tricampeão piauiense River dentro de Teresina, no primeiro confronto entre as duas equipes. Não há maiores informações sobre a partida.”

FICHA DO JOGO

River 0x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
Data:
06 de Agosto de 1955
Local: Estádio Francisco Montojos
Renda: não divulgada
Público: não divulgado
Juiz: Jader Corrêa (RN)
Gol: Juvêncio aos 10 minutos do primeiro tempo
River: João; Buena e Babau; Mário, Cama e Carlos Magno; Lula, Gonzaga, Toninho, Perereca e Geová (Heleno).
Moto Club: Walber Penha; Baé e Juvêncio; Reginaldo Menezes; Sururu e Pedro Buna (Didi); Bola Sete (Válber II), Zé Maria (Mariano) Gel, (Zé Maria), Gimico e Zezico (Jorge)


RIVER 2X1 MOTO CLUB (1961)PRIMEIRA VITÓRIA RIVER DIANTE DO MOTO CLUB

"Em nova excursão pelo Piauí, o Papão do Norte disputou duas partidas. Na primeira, dia 13 de Maio,venceu o tradicional Botafogo de Teresina por 3 a 2, no Lindolfo Monteiro. No dia seguinte, derrota para o River pelo placar de 2 a 1, também no mesmo estádio. Ao final do jogo, o Delegado de Polícia da cidade de Timon, o dr. Euripedes Bezerra, agrediu Alfredo Nunes, deputado e Presidente da Federação Piauiense de Futebol (FPF)."

 FICHA DO JOGO

River 2x1 Moto Club (amistoso - Teresina)
Data:
14 de Maio de 1961
Local: Estádio Lindolfo Monteiro
Renda: não divulgada
Público: não divulgado
Juiz: Abdala Jorge Cury (PI)
Gols: Gojoba aos 13 e Vilmar aos 40 minutos do primeiro tempo; Tassú (pênalti) aos 40 minutos do segundo tempo
River: Caxambu; Astolfo e Marcos; Ventura, Murilão e Quincas; Dos Santos, Fortaleza, Waldeck (Diderot (Waldeck), Vilmar e Tassú.
Moto Club: Espanhol; Baezinho e Calado; Gojoba, Terrível e Osmarino (Baé); Ananias, Casquinha, Neto (Nabor), Garrinchinha e Louro (Valdir).


MOTO CLUB 6X1 RIVER (1970)
MAIOR GOLEADA DO MOTO DIANTE DO RIVER

“Fora de qualquer chance de classificação à fase seguinte do Nordestão, Moto e River se enfrentaram em São Luís. O treinador Bero não modificou a estrutura da equipe eu vinha de uma goleada pelo placar de 4 a 1 diante do Guarany, em Sobral. Apesar do elástico placar, o Moto reagiu apenas no final da competição, ficando sem possibilidades de classificação.”

 Goleada no Municipal diante do River

 Moto x River, em 1970

FICHA DO JOGO

Moto Club 6x1 River (Nordestão - São Luís)
Data:
28 de Outubro de 1970
Local: Estádio Nhozinho Santos
Renda: Cr$ 3.596,00
Público: não divulgado
Juiz: Louralber Monteiro (CE)
Gols: Carlos Alberto aos 19, Louro aos 21, Coelho aos 24 e Louro aos 37 minutos do primeiro tempo; Louro aos 14 e  20 e Estácio aos 41 minutos do segundo tempo
Moto Club: Aécio; Paulo Silva, Alzimar, Almeida e Claudemir; Faisca e Toca; Antonio, Carlos Alberto, Coelho (Alcindo) e Louro. Técnico: Alberino de Paula (Bero)
River: Veludo; Estácio, Nonato II (Waldimir), Paulo e Louro; Nonato Leite e Mariola; Zé Luís, Berivaldo, Nidi e Geraldino (Manoel Brasil). Técnico: Manoel da Silva


RIVER 5X1 MOTO CLUBE (1980)
MAIOR GOLEADA DO RIVER DIANTE DO MOTO

“O Moto Club buscava a sua primeira vitória do Torneio Maranhão/Piauí de 1980 e diante do River, dentro de Teresina, líder da competição. Em virtude dos problemas, o técnico motense Valfredo Medeiros viu-se obrigado a utilizar o chamado “quadrado mágico”, que havia derrubado muita gente no futebol brasileiro. Na semana antecedente ao jogo, Adeilton e Edésio não puderam ser escalados para o jogo diante do Flamengo de Teresina. Para a partida diante do River, Alberto havia se contundido e sequer viajou para a capital piauiense. No coletivo de apronto, o treinador mudou novamente a formação titular. Na defesa, Paulinho retornou à zaga central, com Vivico voltando à sua posição de quarto zagueiro, permitindo o reaparecimento de Breno na lateral-esquerda. No meio de campo, Tião jogou com a camisa 8, entrando Nascimento para médio volante e continuando Beato improvisado na meia-esquerda. No ataque, Libânio entrou na direita, Gabriel na esquerda, com possibilidade de Gilson Lopes ser improvisado no comando em razão do problema com Antônio Carlos. Com tantos problemas, o preparador motense viu-se forçado a utilizado o esquema com Libâneo pela ponta-direita, fazendo o papal de quarto-homem da meia cancha. Em campo, River 5 a 1, com gols de Sim (2), Demar, Edilson e Reginaldo. Jorge descontou para o Moto Club.”

 Papão na maior goleada a favor do River

 River 5x1 Moto

 FICHA DO JOGO

River 5x1 Moto Club (Torneio Maranhão/Piauí - Teresina)
Local:
Estádio Albertão
Data: 30 de Abril de 1980
Renda: Cr$ 79.195.00
Público: não divulgado
Juiz: Lineu Lisboa (PI)
River: Bartolomeu; Carioca, Ari, Luís Caucaia e Bitonho; Meinha e Sima; Victor, Ubirani, Edilson e Edmilson.
Moto Club: Marcelino; Zé Alberto, Paulinho, Irineu e Vivico; Tião e Edésio; Gilson Lopes (Zequinha), Libânio, Flexa (Gabriel) e Alberto. 


RIVER 2X0 MOTO CLUBE (2004)
ÚLTIMO JOGO

“Mesmo com Jean Carioca gripado, o Moto seguiu para Teresina, onde realizaria uma partida amistosa diante do River, no Lindolfo Monteiro. Os jogadores do Papão viajaram no ônibus próprio do Moto e o rubro-negro ficou hospedador na capital piauiense por conta do River, que ainda deu uma cota pelo jogo. O jogo serviu como apronto do Papão para o início das disputas da Taça Cidade de São Luís de 2004, que garantia ao vencedor R$ 20 mil. Em campo, o River venceu pelo placar de 2 a 0.” 

FICHA DO JOGO

River 2x0 Moto Club (amistoso - Teresina)
Data:
29 de fevereiro de 2004
Local: Estádio Lindolfo Monteiro
Renda: não divulgada
Público: não divulgado
River: Jorge Luís, Niel, Rauli, Vinicius e Ribamar; Lira, Rondinelle e Garrincha (Edilson); Damásio (Luís Henrique), Nando e Zé Riba (Esquerdinha). Técnico: Joaquim de Oliveira Ramos Junior
Moto Club: Júnior, William, Jean Marcelo, Aldinho (Givanildo) e Clayton; Alberto, Cacá, BIlica e Anderson; Paulo César (Fábio Ricardo) e Leco. Técnico: Sandow Feques


INTERPORTO


Nome: Interporto Futebol Clube
Localização: Porto Nacional (TO)
Fundação: 13 de Julho de 1990
Estádio: General Sampaio
Capacidade: 4.000 torcedores
Mascote: Tigre

Nunca foi registrado o confronto entre Moto Club x Interporto


4 comentários:

  1. Me recordo que me 1992 assisti um jogo Moto x River e o vencedor garantiu vaga no brasileiro. Olhando os confrontos entre os dois clubes não vi esse jogo. O que houve? Detalhe: o Moto ficou com a vaga.

    ResponderExcluir
  2. Hilton, em 1993 Moto e River fizeram um seletivo para o Campeonato Brasileiro de 1994, com jogo em São Luís e Teresina (dias 08 e 12 de Dezembro de 1993). Nessa categoria, os jogos foram classificados como amistosos. Em 1992 não há nenhum jogo do Moto contra o River - há, sim, jogos contra o Flamengo de Teresina pelo Brasileiro.

    ResponderExcluir
  3. Hugo, mandei um email solicitando informações sobre o jogador Jorge Henrique Ferreira Guterres. Por favor se tiver alguma e puder me enviar agradeço, pois é muito importante.

    ResponderExcluir
  4. Hugo, enviei um email para seu contato pedindo informações sobre um jogador. Por favor assim que receber, se puder me auxiliar me passando informações agradeço.

    ResponderExcluir